LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

CREATE AN ACCOUNT

Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:
fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Name
Aletria: Revista de Estudos de Literatura
Type
Journal
Items
730 Publications
Compatibility
collected from a compatible aggregator
OAI-PMH
-

 

  • Lirismo versus formalidade

    Murilo Marcondes Moura (2005)
    Este artigo procura revelar, sem negar a imagem consagrada do poeta, aspectos problemáticos e perturbadores da poesia de Manuel Bandeira. Nele, é recontada, sob uma ótica deslocada em relação às abordagens que a obra do poeta habitualmente recebe, a fábula – simbólica da relação do poeta com sua obra – da superação, em que a robustez nasce da fraqueza.

    Apresentação

    Myriam Ávila; Reinaldo Martiniano Marques; Volker Jaeckel (2010)
    .

    As principais mutações semânticas do Élenkhos do século VIII A.C. ao início do século IV A.C.: um breve estado da questão

    Janaína Silveira Mafra (2009)
    Apresentamos, neste artigo, um esboço das principais mutações semânticas do élenkhos de Homero a Platão. Mostramos como sua significação muda gradualmente de “vergonha” para “prova”, “exame” ou “refutação”. Explicitamos, por fim, suas diferentes conotações em alguns diálogos de Platão, tais como “exame”, “teste”, “prova”, discursiva ou não, e “refutação”, que pode ser compreendida em seu sentido lato ou estrito.

    Apresentação

    Graciela Ravetti; Marie Hélène Torres; Tereza Virgínia Ribeiro Barbosa (2012)

    O crime metafísico em Dostoiévski

    Roberto Wu (2010)
    Dostoiévski desenvolve em Crime e castigo uma análise da forma como a intelectualidade russa nos anos de 1860 compreendia a noção de crime, quase sempre sob a tese da determinação social. O niilismo contemporâneo a essa obra, defendida principalmente por Tchernichévski, propõe o desenvolvimento científico como instrumento de solução do males sociais, o que levaria, inevitavelmente, à diminuição e, porventura, à extinção do crime. Aliada à tese do egoísmo racional, uma derivação do utilitarism...
  • No data provider research data found
  • Latest Documents Timeline

    Chart is loading... It may take a bit of time. Please be patient and don't reload the page.

    Document Types

    Chart is loading... It may take a bit of time. Please be patient and don't reload the page.

Share - Bookmark