LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

CREATE AN ACCOUNT

Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:
fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Publisher: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Journal: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Languages: Portuguese
Types: Article
Subjects: Sociedade do Conhecimento; Ensino Superior; Biblioteca Universitária; Relação Bibliotecário-Docente; Colaboração.
Nesta comunicação são discutidas as variáveis chave que moldam a disponibilidade dos docentes do ensino superior para colaborar com os bibliotecários. Concebemos um Modelo Conceptual das Relações entre Bibliotecários-Biblioteca/Docentes que utilizamos com o objetivo de identificar as variáveis que os docentes entendem ser as mais relevantes nessa relação. Começamos por apresentar as causas da tensão entre docentes e bibliotecários. Apresentamos o estudo de caso realizado no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa analisado segundo uma perspetiva descritivo co-relacional que inclui a descrição dos fenómenos (variáveis) e as suas possíveis relações. Utilizamos metodologias qualitativas e quantitativas, a saber, o Grupo de Discussão (Focus Group) e o inquérito por questionário. Alcançamos um grau de ajuste idóneo entre o Modelo e os dados (CMIN/DF=4.067) e o Modelo explica em 58% a variável dependente, isto é, a disponibilidade dos docentes para colaborar com os bibliotecários. O nosso Modelo final permite confirmar as relações estabelecidas no Modelo inicial e descobrir um conjunto de relações novas que contribuem para conhecer, com maior profundidade, as dinâmicas estabelecidas entre os vários processos socioculturais (entendidos como variáveis do Modelo) envolvidos nas relações bibliotecários/docentes, assim como identificar os determinantes na disponibilidade dos docentes para colaborar com os bibliotecários. O Modelo permite-nos concluir que 14% da disponibilidade dos docentes para colaborar com os bibliotecários resulta das características intrínsecas dos docentes (sexo, idade, departamento, grau académico, categoria profissional, antiguidade).

Share - Bookmark

Cite this article