LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:

OpenAIRE is about to release its new face with lots of new content and services.
During September, you may notice downtime in services, while some functionalities (e.g. user registration, login, validation, claiming) will be temporarily disabled.
We apologize for the inconvenience, please stay tuned!
For further information please contact helpdesk[at]openaire.eu

fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Barbedo, Francisco; Rodrigues, Ana; Runa, Lucília; Sant'Ana, Mário (2015)
Publisher: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Journal: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Languages: Portuguese
Types: Article
Subjects: cooperação, preservação digital, comunidades de prática, informação patrimonial digital
A preservação de informação digital está normalmente associada a uma componente fortemente tecnológica. Exemplos deste facto são as comunicações apresentadas ao iPRES, que maioritariamente privilegiam abordagens tecnológicas.Mas a preservação digital implica, para além da vertente tecnológica, uma organização social e organizacional mais eficiente para gerir este processo. Considerando que preservar o digital é significativamente dispendioso e que, normalmente, preservar informação não constitui, à exceção de instituições especificamente culturais, uma função nuclear das organizações, há vantagem em repensar a atividade numa perspetiva cooperativa e transversal, abandonando uma visão vertical e de certa forma isolacionista da questão.Aspetos igualmente importantes passam pela definição e metodologia de aplicação de um vastíssimo conjunto de metadados, muitos dos quais particularmente complexos, a utilizar para preservar não apenas a informação digital, mas igualmente o seu contexto organizacional, funcional e processual.Neste contexto, o projeto “continuidade digital” foi iniciado pela DGLAB com o propósito de avaliar a potencial conetividade entre diferentes comunidades de prática (CdP) tradicionalmente isoladas, para apurar a possibilidade de constituição de uma estrutura comum (RCPD) que crie e disponibilize a todas as instituições interessadas serviços destinados a preservar informação patrimonial digital.
  • No references.
  • No related research data.
  • No similar publications.

Share - Bookmark

Cite this article

Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information Ok