LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:

OpenAIRE is about to release its new face with lots of new content and services.
During September, you may notice downtime in services, while some functionalities (e.g. user registration, login, validation, claiming) will be temporarily disabled.
We apologize for the inconvenience, please stay tuned!
For further information please contact helpdesk[at]openaire.eu

fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Amaral, Ana; Nunes, Francelino (2007)
Publisher: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Journal: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Languages: Portuguese
Types: Article
Subjects:
O objectivo deste trabalho é analisar o processo de criação e desenvolvimento da Rede de Centros de Recursos em Conhecimento (RCRC)C, enquanto projecto inovador de cooperação no sector da formação profissional.A metodologia seguida consistiu, em primeiro lugar, na caracterização dos Centros de recursos em Conhecimento (CRC) e o seu papel na Sociedade da Informação, enquanto células de uma entidade mais vasta que é a RCRC, e em segundo lugar, a criação e desenvolvimento da Rede e dos seus instrumentos de cooperação, nomeadamente, o CRC Virtual, a Base FORMEI, os Grupos de Trabalho e os Encontros da Rede. Por fim, uma reflexão sobre os aspectos positivos e negativos verificados no decurso do projecto.A questão fulcral a que nos propomos responder é a de saber em que medida diferentes infra-estruturas que actuam no mesmo sector de actividade podem cooperar e partilhar recursos e serviços, tendo em vista a satisfação das necessidades dos públicos-alvo, entendidos como “os teus clientes meus clientes são”.
  • No references.
  • No related research data.
  • No similar publications.

Share - Bookmark

Cite this article

Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information Ok