OpenAIRE is about to release its new face with lots of new content and services.
During September, you may notice downtime in services, while some functionalities (e.g. user registration, login, validation, claiming) will be temporarily disabled.
We apologize for the inconvenience, please stay tuned!
For further information please contact helpdesk[at]openaire.eu

fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Correia, Miguel Mimoso; Eiras, Bruno Duarte (2010)
Publisher: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Journal: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Languages: Portuguese
Types: Article
Subjects:
O Second Life (SL), criado pela Linden Lab em 2003, é um mundo virtual tridimensional. À excepção do software de cliente - servidor desenvolvido pelos seus criadores, tudo o que existe no SL é criado exclusivamente pelos seus utilizadores. Em termos gráficos pode assemelhar-se ao mundo descrito por Neil Stephenson no seu best-seller de ficção científica “Snowcrash” (“Samurai: Nome de Código”, na edição portuguesa).Os residentes, como são designados os utilizadores do SL, assumem a forma de uma persona parametrizável, designada por Avatar. Esta plataforma permite a simulação do mundo real: tem uma geografia própria, tempo real, uma moeda com valor comercial no mundo real, economia, sistema de comunicações via texto e voz, grupos sociais e oferece serviços, eventos e uma miríade de outras características de forma persistente, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Este simulador oferece uma grande diversidade de eventos e actividades culturais: diariamente realizam-se concertos, peças de teatro, exposições em museus, grupos de leitores, apresentações de livros, grupos de reflexão, encontros religiosos, profissionais e de trabalho e é uma excelente plataforma para o ensino à distância que tem vindo a ser utilizada pelas mais importantes universidades mundiais. Tem sido também utilizado para pesquisas em simulação social, no âmbito da arquitectura, da medicina e da ciência. Não é de estranhar que estes mundos tenham captado a atenção quer de educadores, quer de bibliotecários que num espírito empreendedor e de missão, procuraram conhecer estes novos mundos e disponibilizaram as suas competências e conhecimentos no desenvolvimento de serviços virtuais de bibliotecas no SL.
  • No references.
  • No related research data.
  • No similar publications.

Share - Bookmark

Cite this article

Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information Ok