LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

CREATE AN ACCOUNT

Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:
fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Rodrigues, Carina; Vieira, Emília; Santos, Rosário; Carvalho, João; Santos-Silva, Alice; Costa, Elísio; Bronze-da-Rocha, Elsa (2011)
Publisher: Sociedade Portuguesa de Bioanalistas Clínicos
Languages: Portuguese
Types: Conference object
Subjects: Concentração de bilirrubina, Gene UGT1A1, Gene, Factores Genéticos e não genéticos
A bilirrubina é um pigmento biliar que deriva principalmente do catabolismo da hemoglobina. É um marcador bioquímico de doenças hepáticas e hematológicas e tem vindo a ser alvo de interesse devido à sua capacidade antioxidante. O objectivo deste trabalho foi avaliar a contribuição de vários factores para a variação da concentração da bilirrubina sérica na população portuguesa. Foi analisado o contributo dos polimorfismo genéticos no promotor do gene UGT1A1 (c.-41_40dupTA e c.-3279T>G), factores ambientais (hábitos tabágicos, consumo de álcool, terapêutica com contraceptivos orais, ingestão calórica e actividade física), jejum nocturno, massa eritrocitária e parâmetros antropométricos. A amostra consistiu num grupo controlo de 146 jovens com média de idade: 20.7±2.6 anos. A aplicação de um inquérito permitiu avaliar os factores adquiridos e foram colhidas amostras de sangue para a realização de hemograma, determinação da bilirrubina total e extracção de ADN. A amostra em estudo foi dividida em três grupos de acordo com os tertis de bilirrubina total (T1: ≤6 μmol/L; T2: 6-9.2 μmol/L; T3: ≥9.2 μmol/L). Foi observada aumento significativo na concentração de hemoglobina no tercero tertil de bilirrubina (p<0.0001). Maior frequência do alelo c.- 41_40dupTA foi observada no tertil T2 e T3 (p<0.0001). Variação Inter-Individual nos Níveis de Bilirrubina: O Papel dos Factores Genéticos e Adquiridos Carina Rodrigues1,2, Emília Vieira3, Rosário Santos3, João de Carvalho4, Alice Santos-Silva1,5, Elísio Costa 5,6, Elsa Bronze-da-Rocha 1,5 1 Departamento de Ciências Biológicas, Laboratório de Bioquímica, Fac. de Farmácia da Univ. do Porto 2 Departamento das Tecnologias de Diagnóstico e Terapêutica, Esc. Sup. de Saúde do Inst. Polit. de Bragança 3 Unidade de Genética Molecular, Centro de Genética Médica Dr. Jacinto Magalhães INSARJ, Porto 4 Serviço de Gastrenterologia, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia 5 Instituto de Biologia Molecular e Celular da Universidade do Porto 6 Departamento de Ciências da Saúde, Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica do Porto A análise de regressão multivariada evidenciou que o polimorfismo do gene UGT1A1, a concentração de hemoglobina, índice de massa corporal e o tempo de jejum eram variáveis independentes significativamente associadas a variações na concentração de bilirrubina na nossa população.
  • No references.
  • No related research data.
  • No similar publications.

Share - Bookmark

Cite this article

Collected from