LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:

OpenAIRE is about to release its new face with lots of new content and services.
During September, you may notice downtime in services, while some functionalities (e.g. user registration, login, validation, claiming) will be temporarily disabled.
We apologize for the inconvenience, please stay tuned!
For further information please contact helpdesk[at]openaire.eu

fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Rogério Ferreira Guerra (2012)
Publisher: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Journal: Revista de Ciências Humanas
Languages: English
Types: Article
Subjects: Animais, Antropomorfismo, Teriomorfismo, Psicologia comparativa, Esquemas metafóricos, Expressões idiomáticas, Verbos e substantivos, Social sciences (General), H1-99
http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2011v45n2p461 Os animais são utilizados como referência para desenvolver o comportamento, aspecto físico, personalidade e estados subjetivos de uma pessoa (e. g., mosca: pessoa importuna ou insistente; cacarejar: palrar monotonamente, tagarelar). Foram analisados os substantivos, verbos e frases (clichês, gírias e provérbios) usados pela população brasileira, de acordo com as descrições mencionadas nos dicionários e livros sobre folclore. A maior parte dos animais usados nas comparações teriomórficas pertence à fauna nativa, espécies domésticas ou que vivem próximas ao homem - principalmente mamíferos das ordens Artiodactyla, Carnivora e Perissodactyla. Os animais foram majoritariamente utilizados com propósitos negativos e algumas expressões populares revelam erros curiosos, como "chorar lágrimas como caranguejo"; o significado muda em razão do gênero, desenvolvimento físico e tamanho dos animais usados como referência. Não obstante as precisões e equívocos à respeito dos animais, a linguagem teriomórfica funciona como esquema metafórico, o qual é útil para transmissão de ideias e pensamentos complexos durante uma conversa rotineira.
  • No references.
  • No related research data.
  • No similar publications.

Share - Bookmark

Cite this article

Collected from

Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information Ok