LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

CREATE AN ACCOUNT

Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:
fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Christian Iber (2017)
Publisher: Sociedade Hegel Brasileira
Journal: Revista Opinião Filosófica
Languages: Portuguese
Types: Article
Subjects: Philosophy (General), B1-5802
Gostaria de discutir, em forma de teses, a temática da historicidade da filosofia em contraste e na sua divergência em Hegel e Heidegger. Diferente do historicismo, que não soluciona o problema da historicidade da filosofia, porque ele dissolve tendencialmente a filosofia na história da filosofia e não coloca em especial a questão da verdade, Hegel e Heidegger desenvolvem uma teoria genuinamente filosófica da história da filosofia do interesse filosófico pela verdade. Esse interesse genuinamente filosófico pela verdade segue do seu conceito respectivo de filosofia, que inclui em ambos uma posição crítica à Modernidade. Ambos os pensadores não são apenas pensadores modernos, mas também pensadores críticos da Modernidade, de uma Modernidade que entrou no estado de uma autorreflexão. Em Hegel e Heidegger, a filosofia da história da filosofia é ao mesmo tempo a chave para uma filosofia crítica de Modernidade da história.
  • No references.
  • No related research data.
  • No similar publications.

Share - Bookmark

Cite this article

Collected from