LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

CREATE AN ACCOUNT

Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:
fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Deisy Cristina Corrêa Igarashi; Francieli Camila Tognon; Wagner Igarashi (2011)
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Journal: ConTexto (Porto Alegre)
Languages: Portuguese
Types: Article
Subjects: Demonstrativos financeiros, Ativos intangíveis, Lei nº 11.638/07, Business, HF5001-6182, Commerce, HF1-6182, Social Sciences, H, DOAJ:Business and Management, DOAJ:Business and Economics
Com a internacionalização das normas contábeis, no Brasil foi publicada a Lei n° 11.638/07, a qual criou o grupo intangível no ativo do balanço patrimonial. Este estudo tem por objetivo analisar as alterações em termos da evidenciação dos ativos intangíveis, nos demonstrativos contábeis das dez empresas com maior capital social divulgadas pela BM&FBOVESPA no ano de 2010, em comparação com os elementos evidenciados anterior a Lei nº 11.638/07. No estudo foram utilizados alguns procedimentos metodológicos como a análise de conteúdo realizada nos demonstrativos financeiros: Balanço Patrimonial, Notas Explicativas e Relatório da Administração. Como resultado, observou-se que: (a) as empresas “A” e “I” possuem a maior variedade de intangíveis evidenciados nos demonstrativos; (b) os tipos de intangíveis mais evidenciados no período foram “Franquias e licenças”, “Software” e “Ágio por expectativa de rentabilidade futura”; e (c) “Marcas” foi o intangível mais evidenciado implicitamente nos relatórios de administração das entidades em estudo.

Share - Bookmark

Download from

Cite this article

Collected from