LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

CREATE AN ACCOUNT

Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:
fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Pilha, Liliana Sofia Gervásio (2016)
Languages: Portuguese
Types: Master thesis
Subjects: Prática clínica, Cuidados paliativos, Intervenção psicológica, Unidade de cuidados continuados e paliativos, Equipa intrahospitalar de suporte de cuidados paliativos, Clinical practice, Palliative care, Psychological intervention, Continuous and palliative care unit, Intra hospital support palliative care team, :Ciências Médicas::Ciências da Saúde [Domínio/Área Científica]
Relatório de Prática Clínica apresentado à Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Cuidados Paliativos, realizada sob a orientação científica da Diretora da ESALD Doutora Ana Paula Gonçalves Antunes Sapeta, do Instituto Politécnico de Castelo Branco, e orientação científica do Assistente Convidado pela Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, Mestre Eduardo Manuel Neves Oliveira Carqueja. Este relatório, sobre a intervenção psicológica em Cuidados Paliativos, traduz o último ano do 3º Mestrado em Cuidados Paliativos da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco. No mesmo consta a descrição das atividades desenvolvidas na prática clínica e no projeto de intervenção, com uma envolvente reflexão crítica. A prática clínica foi realizada numa Unidade de Cuidados Paliativos de excelência, num total de 200 horas. Acrescentam-se a estas 100 horas dedicadas ao projeto de intervenção que englobou uma componente formativa. O relatório abrange três capítulos: modelo organizacional, competências adquiridas e projeto de intervenção. Do primeiro fazem parte a descrição detalhada do modelo mais utilizado em Cuidados Paliativos, a caraterização do local de estágio e uma reflexão sobre o modelo descrito/em vigor. No segundo capítulo são apresentados os objetivos, toda a descrição do estágio, das tarefas realizadas e competências adquiridas (com base nos pilares base dos Cuidados Paliativos: comunicação, controlo de sintomas, formação, trabalho em equipa e apoio à família), finalizando-se este capítulo com a reflexão de 2 casos clínicos. A fase inicial da prática clínica foi apenas de observação, para aquisição de mais conhecimentos e integração na prática direta do que tinha sido aprendido no 1º ano do mestrado. Em seguida, foi possível a intervenção autónoma, mas supervisionada, com doentes e familiares. O projeto de intervenção foi inteiramente dedicado à sensibilização para a temática dos Cuidados Paliativos, com a realização de 2 ações dirigidas à comunidade de Elvas. Paralelamente, foram desenvolvidas formações em serviço para uma EIHSCP sobre trabalho em equipa, comunicação, motivação e gestão de conflitos. Os temas para estas formações surgiram da análise SWOT realizada no âmbito do indicador de qualidade desenvolvido para a elaboração de um protocolo de intervenção no luto para referida equipa. Este mesmo protocolo é proposto como forma de melhoria da qualidade da prestação de cuidados. A psicologia tem um papel imprescindível nos Cuidados Paliativos, mas não existem ainda, em Portugal, critérios definidos para esta intervenção, o que sustenta a necessidade do desenvolvimento deste tema. Foi também pela existência desta lacuna que a Revisão Sistemática da Literatura, realizada no âmbito de uma unidade curricular do 1º ano de mestrado, se debruçou sobre esta temática. Considera-se que a mesma contribuirá para a definição do papel da psicologia e as suas competências do psicólogo neste contexto. ABSTRACT: This report is about psychological intervention in Palliative Care and translates the last year of the 3rd Paliative Care Masters at Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias of Instituto Politécnico de Castelo Branco. It describes all activities developed during the clinical practice and in the intervention project, with the corresponding critical appreciation. The clinical practice took place in a Palliative Care Inpatient Unit of a reference hospital and it lasted about 200 hours. To those, another 100 hours were added and dedicated to the intervention project that involved an educational component. The report has three chapters: organizational model, acquired competences and intervention project. In the first chapter we found the detailed description of the more commonly model used in Palliative Care, the description of the place where the internship took place and a reflection about the presented model. The second chapter serves to present the report objectives, describe all internship tasks and acquired competencies (based in the Palliative Care core foundations: communication, symptom control, education, teamwork and family support), and to present 2 clinical case studies. The beginning of the clinical practice was only observational, in order to obtain more knowledge and to integrate within the practice everything learned during the Masters first year. After that it was possible a supervised but autonomous intervention, with patients and families. The intervention project was entirely dedicated to raising awareness about Palliative Care, developing 2 interventions directed to the Elvas city community. At the same time, workshops were developed for the Intra Hospital Support Palliative Care Team, about teamwork, communication, motivation and conflict management. The workshops’ themes came from the SWOT analysis, made for the development of the quality indicator chosen for the creation of a grief intervention protocol to be used by the same team. That protocol is proposed as a care quality improvement strategy. Psychology has a vital role in Palliative Care but there aren’t defined criteria for this intervention yet, at least in Portugal, what raises the need for the development of the area. It was also because of this gap that the Systematic Literature Review, made within a curricular unit of the Masters first year, was about this theme. We believe that work will help the definition of the psychology role and psychologists competencies in Palliative Care.
  • No references.
  • No related research data.
  • No similar publications.

Share - Bookmark

Cite this article