LOGIN TO YOUR ACCOUNT

Username
Password
Remember Me
Or use your Academic/Social account:

Congratulations!

You have just completed your registration at OpenAire.

Before you can login to the site, you will need to activate your account. An e-mail will be sent to you with the proper instructions.

Important!

Please note that this site is currently undergoing Beta testing.
Any new content you create is not guaranteed to be present to the final version of the site upon release.

Thank you for your patience,
OpenAire Dev Team.

Close This Message

CREATE AN ACCOUNT

Name:
Username:
Password:
Verify Password:
E-mail:
Verify E-mail:
*All Fields Are Required.
Please Verify You Are Human:

OpenAIRE is about to release its new face with lots of new content and services.
During September, you may notice downtime in services, while some functionalities (e.g. user registration, login, validation, claiming) will be temporarily disabled.
We apologize for the inconvenience, please stay tuned!
For further information please contact helpdesk[at]openaire.eu

fbtwitterlinkedinvimeoflicker grey 14rssslideshare1
Nogueira, Joana Maria Duarte (2015)
Languages: Portuguese
Types: Master thesis
Subjects: Motivação, Aprendizagem, Computer games, Jogos de computador, Motivation, Dificuldades de aprendizagem, Learning, Dislexia, Learning dificulties, Dyslexia
Projeto de Intervenção apresentado à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Educação Especial, Especialização em Problemas de Aprendizagem e Comportamento A dislexia carateriza-se por habilidades alteradas dos processos de leitura (fluência, compreensão e leitura correta de palavras). Além destas pode envolver ainda dificuldades no reconhecimento de palavras escritas, na descodificação, na adequação e habilidades ortográficas, podendo ainda manifestar-se no raciocínio matemático (APA, 2013, citado por Asorey & Fernández, 2013). Por sua vez, segundo vários autores a falta de interesse, de motivação e de curiosidade para o estudo constituem características da criança disléxica (Torres & Fernández, 2001; Pinto, 2012). A intervenção com estas crianças exige o uso de várias estratégias, reforços e formas de as motivar, bem como correções imediatas para que não mantenham erros (Coelho, 2013; Ribeiro & Baptista, 2006). Ao longo do tempo, têm vindo a ser criados inúmeros métodos de intervenção para a criança com dislexia. Atualmente a utilização das tecnologias no campo educativo pode ter um papel decisivo na intervenção junto de crianças com estas dificuldades (Bazian, 2013). Assim, os objetivos deste projeto foram conhecer o efeito da utilização dos jogos de computador no desenvolvimento e aperfeiçoamento de competências da leitura e escrita, de crianças com dificuldades de aprendizagem (DA) e verificar a sua influência na motivação de crianças com DA, para a leitura e escrita. Este projeto envolveu a intervenção sistemática, junto de 2 crianças com Perturbação específica da aprendizagem na leitura - dislexia, de 7 e 8 anos, no 2o ano do primeiro ciclo. Procurou-se dar resposta à falta de motivação e às dificuldades de aprendizagem das crianças com dislexia, através do uso de jogos de computador. Estes foram criados com o intuito de motivar a criança e permitir que esta adquirisse várias competências ao seu ritmo, tendo em conta as suas especificidades e caraterísticas. Após o processo de intervenção foram avaliados os resultados e estes mostraram que houve uma evolução no número de competências adquiridas pelas crianças, especificamente na leitura, na diminuição do número de erros, na escrita, nos fatores psicomotores (lateralidade, estruturação espácio-temporal, motricidade fina e global) e na motivação para a leitura e escrita. Estes resultados sugerem que a utilização dos jogos de computador na intervenção pode promover a aprendizagem e a e motivação face às tarefas de leitura e de escrita. ABSTRACT Dyslexia features up by altered abilities of the reading process (fluency, understanding and correct reading of words). Besides these can still manifest difficulties in recognizing written words, in decoding, the adequacy and spelling skills, and may manifest itself in mathematical reasoning (APA, 2013, cited by Asorey & Fernández, 2013). In terms of self-esteem, are extreme, unsafe or very vain, showing a lack of interest, motivation and study curiosity (Torres & Fernández, 2001; Pinto, 2012). The intervention with these children requires the use of various strategies, reinforcements and ways to motivate and immediate corrections for not keeping errors (Coelho, 2013; Ribeiro & Baptista, 2006). Over time, many intervention methods have been created for children with dyslexia, and the daily evolving technologies may have a decisive role in intervention. This project involved the systematic intervention with 2 children with specific learning disorder in reading - dyslexia, 7 and 8 years, in the 2nd year of the first cycle. Thus, we tried to respond to the lack of motivation and learning difficulties in children with dyslexia through the use of computer games. These were created in order to motivate the child and allow her to acquire skills at her own pace, taking into account her personal specificities and characteristics. After the intervention process were evaluated and these results showed that there was an evolution, specifically in reading, in the number of errors in writing, in psychomotor factors (laterality, space-time structure, fine and global motor) and motivation for reading and writing. Showing that probably computer games are motivating and learning providers.
  • The results below are discovered through our pilot algorithms. Let us know how we are doing!

    • Abreu, S., I., A. (2012). Dislexia - aprender a aprender. Escola Superior de Educação Almeida Garrett.
    • Agli, B. A. V. D. & Brenelli, R. P. (2007). O jogo "descubra o animal": um recurso no diagnóstico psicopedagógico. vol.12 no.3 Maringá.
    • Cain, K., Oakhill, J., & Bryant, P. (2004). Children's reading comprehension ability: Concurrent prediction by working memory, verbal ability, and component skills. Journal of Educational Psychology, 96, 31-42.
    • Capovilla, A. & Capovilla, F. (2000). Problemas de Leitura e Escrita: Como Identificar, Prevenir e Remediar numa Abordagem Fónica. São Paulo: Memnon.
    • Capovilla, F. C. (2002). Org. Neuropsicologia e Aprendizagem uma abordagem multidisciplinar. São Paulo: Editora Tecci,.
    • Carvalhais, L., S., A. (2010). A Consciência Fonológica no Estudo da Dislexia - Construção de Instrumentos de Avaliação da Dislexia. Tese de Doutoramento, Universidade de Aveiro Departamento de Ciências da Educação. Consultada em https://pt.scribd.com/doc/122730267/2010000607.
    • Carvalho, M. A. (2007). Formação de Professores em Educação de Adultos. Estudo de Caso: O Ensino Recorrente na Escola Secundária Rodrigues de Freitas. Santiago de Compostela: Facultade de Ciencias de Educación.
    • Charlton,B., Williams, R., & Mclaughlin, T.,F. (2005). Educational games: a technique to accelerate the acquisition of reading skills of children with learning disabilities. The International Journal of Special Education, Vol 20, No.2.
    • Ciribelli, M. C. (2003). Como Elaborar uma Dissertação de Mestrado através da pesquisa científica. Rio de Janeiro: Sete Letras.
    • Coelho, V. A. B. M. P. (2004). Estilo atribuicional e sua relação com a auto-estima : um estudo com atletas de élite portugueses e esloveno. Tese de Mestrado, Universidade do Minho. Braga. Consultada em http://hdl.handle.net/1822/937.
    • Coelho, T., D. (2013). Dificuldades de aprendizagem específicas - dislexia, disgrafia, disortografia e dyscalculia. Porto: Areal Editores.
    • Costa, J. (2008). Um olhar para a criança - Psicomotricidade relacional. Lisboa. Trilhos Editora.
    • Damasio, A. R., & Damasio, H. (1992). Le cerveau de la language. Pour la Science, 181, 80-87.
    • Durão, H., J., F. (2011). Motivação de alunos para escrever textos na escola: elaboração e validação de instrumento avaliativo. Tese de mestrado, Universidade Estadual de londrina, Londrina.
    • Estrela, M., F., C.,P.,(2009). A inter-relação dislexia e formação de professores. Disertação de mestrado, Escola superior de educação de paula frassinetti.
    • Gomes, Á. D. S., Morais, E., M., Santana, G., C., Vaz, S., A., S., T., Santos, V., M., Teixeira, S., A., S., Santos, V., M. & Montagnini, M., I. (2009). Contribuições para uma melhor identificação da dislexia no ambiente escolar.
    • Gough, P. & Tunmer, W. (1986). Decoding, reading and reading disability. Remedial and Special Education, 7, 6-10.
    • Goswami, U. (2002). Phonology, reading development, and dyslexia: A cross-linguistic perspective. Annals of Dyslexia, 52, 1-23.
    • Heward, W. L. (2003). Exceptional children: An introduction to special edu- cation (7th ed.). Upper Saddle River, NJ: Merrill/Prentice Hall.
    • Marsh, G., Friedman, M., Welch, V., & Desberg, P. (1981). A cognitivedevelopmental theory of reading acquisition. In MacKinnon, G. & Waller, T. (Eds). Reading Research: Advances in Theory and Practice. Academic Press, New York.
    • Monteiro, V. & Mata, L. (2001). Motivação para a leitura em crianças do 1o, 2o, 3o e 4 anos de escolaridade. Infância e Educação - Investigação e Práticas, 3, 49-68.
    • Pinheiro, S. M. dos S.L.R. (2009) Dificuldades Específicas de Aprendizagem: Dislexia (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Portucalense Infante D. Henrique, Porto, Portugal.
    • Snowling, M. & Stackhouse, J. (1996). Dislexia, fala e linguagem - um manual do profissional. Porto Alegre: Artmed.
  • No related research data.
  • No similar publications.

Share - Bookmark

Cite this article

Cookies make it easier for us to provide you with our services. With the usage of our services you permit us to use cookies.
More information Ok